Destaque Internacional: Altair Domingos iniciou sua carreira no Jockey FRG

[23/04/2015 14:34:49] – Argentina: Altair Domingos vence o Pellegrini de “Jóquei do Ano”

   Altair Domingos, ao lado da esposa Danielle, recebe a placa de “Jockey del Año”   | Foto: OSAF  

Na noite desta quarta-feira (22), no Hipódromo de San Isidro, foi realizada a cerimônia do Prêmio Carlos Pellegrini 2015, que condecorou os melhores nomes do turfe argentino da temporada 2014. E num dos momentos mais aguardados da premiação, Altair Domingos foi anunciado como “Jockey del Año”, tendo subido ao palco ao lado da esposa Danielle para receber a honraria.

Em 2014, Altair Domingos encerrou a tábua de classificação geral de jóqueis em segundo, com 245 primeiros lugares – perdendo apenas para os 356 êxitos de Pablo Falero. No entanto, foi no calendário nobre argentino que a “Fera” conseguiu uma temporada da incríveis resultados. Além das diversas listed races, grupos III e II, Domingos somou 4 vitórias em corridas de graduação máxima – dentre as quais, algumas das mais importantes disputas do ano, na Argentina.

Com o tordilho Sir Winsalot, Domingos conquistou o tradicionalíssimo Gran Premio 25 de Mayo (gr.I). Depois, Sociologa Inc rendeu ao piloto o primeiro lugar no Gran Premio Criadores (gr.I). Já o brasileiro Ganesh, do Stud Red Rafa, contou com a condução de Domingos no Gran Premio General San Martin (gr.I). E, por fim, Boca Inc foi para a fotografia no Gran Premio Enrique Acebal (gr.I), também na tocada do piloto.

Tendo iniciado sua carreira nas canchas retas do sul do país, no final da década de 1990, Domingos, depois de passagem pelo Jockey Club Fazenda Rio Grande, ingressou na Escola Preparatória de Aprendizes do Jockey Club do Paraná. Em ascensão meteórica, Domingos venceu as estatísticas em Curitiba, ainda como aprendiz, para depois rumar para Cidade Jardim. Na capital paulista, o jóquei consagrou-se como um dos melhores bridões do turfe brasileiro, em todos os tempos, tendo vencido a estatística local de jóqueis, bem como conquistado diversas provas clássicas. Em 2009, Domingos seguiu para a Argentina.

Além dos ótimos resultados obtidos no país vizinho, que fizeram dele “Jockey del Año”, Domingos vivenciou, em 2014, outro momento bastante especial em sua carreira. Muito embora bicampeão do Grande Prêmio Brasil (gr.I), o piloto carregava consigo o tabu do Grande Prêmio São Paulo (gr.I), prova que ainda faltava à sua coleção. Pelas patas de Jaspion Silent, porém, Domingos conquistou, pela primeira vez, o páreo máximo do turfe paulista.

Nas demais categorias, predomínio de Ídolo Porteño

Vitorioso nos Gran Premios Carlos Pellegrini (gr.I) e Gran Premio Dardo Rocha (gr.I), em 2014, Idolo Porteño foi o grande destaque do Distinciones Carlos Pellegrini. O castanho, além de prevalecer na categoria de “Caballo del Año”, venceu ainda como “Mejor Fondista” e “Mejor Caballo Adulto”. Seu treinador, Alfredo Gaitán Dassie, levou o troféu de “Entrenador del Año”, e a mãe de Idolo Porteño, Idealidad, foi escolhida como “Madre del Año”.

Enrique Olivera, ex-Presidente do Jockey Club Argentino, e falecido ao final do ano passado, teve sua memória saudada no “Pellegrini del Año” – sendo que o prêmio foi entregue aos seus filhos, num dos momentos mais emocionantes da cerimônia. Confira abaixo os demais ganhadores do Distinciones Carlos Pellegrini:

Mejor dos años hembra: Contessa Linda Mejor dos años macho: Galicado Mejor tres años hembra: Kalithea Mejor tres años macho: El Moisés, Mejor Yegua Adulta: Socióloga Inc Mejor Velocista: Lenovo Jockey Aprendiz: Iván José Monasterolo. Mejor Millero: Todo un Amiguito Padrillo del Año: Not for Sale Caballeriza del Año: La Biznaga Criador del Año: Firmamento Abuelo Materno del Año: Southern Halo Yegua del Año: Kalithea Distinción especial: Al portal “Caballos del Mundo” Distinción especial : Medico veterinario Eduardo Buschiazzo (“El Indio) Mencion especial: Rafael Garavento por su trayectoria de 54 años en el haras La Quebrada Premio a la Trayectoria: Pedro de Ganay

Fonte: ABCPCC

admin

Deixe um Comentário